Notícias

Daniel Alves em julgamento no segundo dia consecutivo; Veja a acta

O julgamento de Daniel Alves na Espanha está em andamento, agora no segundo dia, com previsão de cerca de 20 pessoas a serem ouvidas. O jogador está enfrentando acusações de estupro de uma jovem em Barcelona e tem estado sob prisão preventiva desde janeiro de 2023.

Daniel Alves em julgamento no segundo dia

Entre as testemunhas programadas para depor está Joana Sanz, modelo e ex-esposa de Daniel Alves na época do incidente. Embora tenha inicialmente solicitado o divórcio após as acusações e prisão do jogador, Sanz anunciou em novembro de 2023 que desistiu do processo de divórcio, afirmando que ainda existe amor entre eles.

Além de Joana Sanz, outros quatro amigos de Daniel Alves estão programados para depor, incluindo o chef Bruno Brasil, que estava com o ex-lateral na noite do incidente. Também serão ouvidos dois seguranças e o diretor da boate onde os fatos ocorreram, bem como um amigo da prima da mulher que a vítima contatou naquela noite e 12 policiais envolvidos no caso.

No primeiro dia de julgamento, a vítima, uma amiga, uma prima e três funcionários da boate já foram ouvidos pelos magistrados. Daniel Alves só deve prestar depoimento no último dia do julgamento, na quarta-feira, após a apresentação de todas as provas e testemunhos.

A defesa de Daniel Alves nega todas as acusações, alegando que a relação sexual foi consensual. O jogador só deve se pronunciar oficialmente no tribunal durante o julgamento.

Não há uma data definida para a divulgação da sentença, mas espera-se que o tribunal se manifeste algumas semanas após o término do julgamento.

Relembrando o caso, Daniel Alves foi preso em janeiro de 2023, em Barcelona, após ser acusado de abuso sexual contra uma mulher na casa noturna Sutton. O atleta teria agredido e estuprado a vítima em um banheiro da área VIP da boate. Desde então, ele tem negado todas as acusações e tem enfrentado dificuldades para ser liberado sob fiança, devido ao risco de fuga para o Brasil, segundo a Justiça espanhola.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo